Tendências tecnológicas para 2022 (Parte 2)

tendências tecnológicas

No dia (segunda-feira) lançamos a parte um deste artigo, clique aqui para ler a primeira parte e confira as quatro primeiras tendências tecnológicas de 2022. Continue lendo esse artigo e fique por dentro das outras tendências.

Tendência 5: Composable Applications (Aplicações compostáveis)

As aplicações “compostáveis” (e a arquitetura empresarial compostável de maior porte) têm tanto a ver com o desenvolvimento de uma cultura API e orientada a eventos como qualquer outra coisa.  É também sobre a preservação de aplicações-legado, já que cada vez mais empresas tentam migrar de arquiteturas antigas para o status de nativas da nuvem – o que tem sido um objetivo por anos.

Tendência 6: Decision Intelligence (Inteligência de decisão)  

Como isso não é uma homenagem à analítica, por volta de 2010?  Em 2021, pensamos no autômato.  Esta é uma tendência antiga com algumas reviravoltas mais novas.

Tendência 7: Hyper Automation (Hiper Automação)

A hiper automação, segundo Gartner, é “uma abordagem disciplinada e orientada aos negócios para identificar, vetar e automatizar rapidamente o maior número possível de processos comerciais e de TI”.  Esta tendência tem estado em jogo desde sempre.  Sob o guarda-chuva da automação de processos robóticos (RPA), onde os processos são modelados, minerados, eliminados, modificados ou automatizados, o objetivo tem sido uma tendência – e uma aspiração contínua – por algum tempo.

Tendência 8: AI Engineering (Engenharia de IA)

A engenharia de IA é sobre as melhores práticas para projeto, desenvolvimento e implantação repetíveis.

Tendência 9: Distributed Enterprises (Empresas Distribuídas)

É aqui que a transformação digital encontra a computação de ponta.

Tendência 10: Total Experience (Experiência Total)

Isto tem sido uma aspiração para sempre. É só pesquisar.  Quem está fazendo isso?  Há oportunidades de negócio – tais como logística reversa de devolução de itens da Amazon para a Whole Foods – mas ainda é ilusório.  Quem não gostaria de um TX tranquilo, continuo, fácil e divertido? 

Tendência 11:  Autonomic Systems (Sistemas Autonômicos)

“Sistemas autônomos são sistemas físicos ou de software autogerenciados que aprendem com seus ambientes e modificam dinamicamente seus próprios algoritmos em tempo real para otimizar seu comportamento em ecossistemas complexos”.

Tendência 12: Generative AI (IA generativa)

Um objetivo estratégico de longo prazo, mas que se fortalece cada vez mais.

Então o que está acontecendo lá fora que pode ser descrito como tendências?  Os dados da pesquisa sugerem que ainda há algum ceticismo sobre a rapidez com que os executivos acreditam ter que aumentar seus investimentos em IA e aprendizado de máquinas (ML).  Dito isto, há um aumento constante dos pilotos de IA/ML.  Essa é uma tendência que vai se acelerar ainda mais com o tempo, desde que o impacto seja quantificável.  Nós sabemos que as tendências em RPA são positivas.  Sabemos que estão sendo criados novos “Centros de Excelência” e também sabemos que a adoção da AI/ML é impulsionada verticalmente: algumas indústrias estão pilotando aplicações mais do que outras.  Há também um ranking de aplicações de IA/ML, como os chatbots (“IA conversacional”) e aplicações de seleção (como a seleção dos melhores/piores candidatos para empréstimos, “admissão”, e qualquer decisão binária).  Sabemos que as taxas de adoção dependem da estratégia, que ainda não abraçou totalmente os sistemas inteligentes como o futuro que definirá o crescimento lucrativo. 

A arquitetura de aplicações está finalmente recebendo alguma tração.  As empresas estão caminhando para aplicações baseadas em micro serviços à medida que removem suas aplicações herdadas do suporte à vida.  A “racionalização das aplicações” é uma coisa real.  Ela economiza dinheiro e se move em direção à linha dos microsserviços.  A tecnologia de contêineres evoluiu muito bem e, talvez o mais importante, os principais fornecedores de nuvens oferecem uma variedade de soluções aqui.  Talvez esta seja a verdadeira tendência.  A computação de ponta é parte disto, e as aplicações de experiência total serão sempre o que todos se esforçam para construir.

Segundo o Gartner todas essas tendências estarão presentes em 2022 e não podemos deixar de nos adaptar ao mercado tecnológico. Para isso as empresas precisam buscar essas novas tendências e tecnologias de uma forma que elas auxiliem os seus processos e projetos, pensando nisso queremos entender as mudanças e melhorias que sua empresa está apostando para se diferenciar neste ano e como nossos especialistas podem te ajudar a chegar lá. Clique aqui e agende uma conversa com nossos especialistas. 

Link de referência.

Leia também

Área de TI: Conheça as vagas desse mercado em crescimento.

Área de TI: Conheça as vagas desse mercado em crescimento.

Por Beatriz Ribeiro, Analista de Marketing Atualmente, podemos afirmar que a área de Tecnologia da Informação é uma das que mais crescem. Segundo uma pesquisa da Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) as vagas para as áreas de...

read more
Somos uma empresa Great Place to Work!

Somos uma empresa Great Place to Work!

Por: Beatriz Ribeiro, analista de Marketing na Sauter Começamos o mês de Julho com uma super novidade: agora somos uma empresa Great Place to Work! 🥳 Mas antes vamos explicar o que é. O Great Place to Work Institute, é um instituto que realiza consultorias, produz...

read more

Vamos nos conectar

Nos envie um e-mail e nós retornaremos nas próximas 24 horas.

10 + 8 =