Home Cloud Vazamento de dados: saiba como se proteger para que isso não aconteça com você
Home Cloud Vazamento de dados: saiba como se proteger para que isso não aconteça com você

Vazamento de dados: saiba como se proteger para que isso não aconteça com você

Por: Beatriz Ribeiro, Analista de Marketing na Sauter

Nossos dados pessoais são bens preciosos que devemos zelar ao máximo, tomando cuidado com quem compartilhamos e como os guardamos pela sensibilidade e alto risco de fraudes com a exposição indevida dos mesmo. 

Ao falar de dados vazados já pensamos na maior brecha de dados brasileiro já vista em janeiro deste ano, onde tivemos o vazamento de dados pessoais de 223 milhões de brasileiros. Este número que parece inflado quando levamos em consideração que o Brasil possui cerca de 212 milhões de habitantes, na verdade conta com dados vazados até de pessoas já falecidas.

Essa brecha já é considerada como um dos maiores vazamentos de informações pessoais do Brasil, em seguida vamos entrar na lista do que foi exposto.

Quais informações foram expostas no vazamento de dados?

Além do nome, segue algumas informações que estão na lista de dados vazados:

  • Sexo
  • CPF
  • Endereço
  • Data de nascimento
  • Telefone
  • Ocupação 
  • Dados de veículos
  • Renda 
  • Foto do rosto 
  • Pontuação nos birôs de crédito
  • Detalhes sobre o imposto de renda
  • Escolaridade
  • Benefícios do INSS
  • Cheques sem fundo
  • Cadastros do LinkedIn
  • Informações de servidores públicos
  • CNPJs

Considerando o número de pessoas com os dados divulgados, a probabilidade da maioria dos brasileiros ter seus dados expostos hoje é muito alta, podendo até estar em mão erradas. Hoje temos a  Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que vem para garantir a segurança das informações de todos os usuários e garantir que as empresas que não estão em conformidade com essa lei sofrem graves punições por isso.

Quais informações foram expostas no vazamento de dados?

Separamos aqui algumas dicas que irão te ajudar a evitar ter as suas informações expostas.

  1. Não clique em links suspeitos

Cuidado com phishing e smishing “iscas” enviadas por SMS ou e-mail, podem parecer promoções incríveis ou exclusivas mas são links falsos criados para te direcionar a um site falso.

  1. Cuidado com sites que você não conhece

Ao navegar em um site novo, verifique se possui um cadeado na barra de navegação, algum selo de segurança e se possui o S junto ao HTTP no endereço do site. São cuidados fundamentais, ainda mais se você for realizar alguma compra online e precisa colocar seus dados.

  1. Não confirme seus dados sem antes confirmar com quem está falando

Sempre confirme com quem você está falando, pois os criminosos podem se passar por empresas, bancos, pelo governo e fazer cobranças falsificadas para utilizar os seus dados.

  1. Em caso de compras, verifique o boleto recebido

Sempre verifique se o boleto que você recebeu é verdadeiro, algumas pessoas se aproveitam disso para enviar boletos falsos ou até mesmo colocando vírus nos arquivos. Além disso, é sempre importante verificar quem irá receber o pagamento daquele boleto.

  1. Ative as verificações em duas etapas

A verificação em duas etapas é uma camada a mais de segurança para você e também pode servir para aplicações da sua empresa. Essa verificação pode acontecer através de um cadastro de número telefônico e você receberá um SMS para confirmação ou até mesmo um e-mail.

Essa função está presente em diversos sites, redes sociais e aplicativos, basta ir em configurações e procurar por essa funcionalidade. 

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Fale com o nosso time, estamos preparados para responder todas as dúvidas sobre segurança e mostrar como a Sauter e o Google podem te auxiliar a proteger os seus e os dados da sua empresa. 

Clique no botão abaixo e entre em contato conosco. 🚀